Offshore

Premier Oil contrata perfuratriz Valaris para bem do Brasil

A empresa de petróleo e gás Premier Oil contratou um navio de perfuração pertencente à Valaris para operações no Bloco 717, localizado no exterior do Brasil.

Em uma atualização na terça-feira, a Premier disse que havia contratado o navio de perfuração Valaris DS-9 para perfurar as perspectivas empilhadas de Berimbau / Maraca no Bloco 717 operado pela Premier na Bacia do Ceará, no Brasil.

O poço está programado para estourar no terceiro trimestre e tem como alvo recursos sem riscos de 300 mmbbls. A Premier não revelou mais detalhes sobre o contrato da sonda.

A Premier recebeu sua participação no Bloco CE-M-717 na 11ª Rodada de Licitações do Brasil em 2013. A empresa possui 50% de participação operada no bloco.

De acordo com o último relatório de status da frota da Valaris, publicado em outubro de 2019, o navio-sonda DS-9 está atualmente sob contrato com a French Total no Brasil.

O contrato começou em junho de 2019 e está programado para terminar em maio de 2020. O navio-sonda foi contratado para quatro poços mais duas opções de um poço. A estimativa da Bassoe para o contrato com a Total no Brasil é de US $ 160.000.

Quanto à plataforma, o navio-sonda Ensco DS-9 foi construído em 2015 pela Samsung Heavy Industries e sua profundidade máxima de água em operação é de 12.000 pés, enquanto sua profundidade máxima de perfuração é de 40.000 pés. A plataforma também pode acomodar 200 pessoas.

Voltar ao Topo