Usina

Produção de açúcar cai quase 20% na 1ª quinzena de julho

A Unica divulgou nesta quarta-feira (24) os dados referentes à safra 2019/20 na primeira quinzena de julho. No período, a produção de açúcar caiu 19,08%, devido a uma safra mais alcooleira e a um recuo na moagem, quando comparada com a temporada anterior.

Na primeira quinzena deste mês foram fabricados 1,94 milhão de toneladas do adoçante, frente às 2,40 milhões de toneladas contabilizadas no mesmo período da safra 2018/2019. Neste mesmo período, o volume produzido de etanol alcançou 2,17 bilhões de litros, sendo 724,29 milhões de litros de etanol anidro e 1,44 bilhão de litros de etanol hidratado.

Além de um mix mais alcooleiro, os resultados refletem uma menor moagem no período. A quantidade de cana-de-açúcar processada pelas usinas e destilarias do Centro-Sul totalizou 40,90 milhões de toneladas nos primeiros 15 dias de julho de 2019. Esse resultado é 9,53% inferior aquele observado na mesma quinzena da safra 2018/2019, quando foram moídas 45,21 milhões de toneladas.

“As condições climáticas observadas nessa primeira quinzena dificultaram a operacionalização da colheita em muitas regiões, prejudicando o processamento”, explica Antonio de Padua Rodrigues, diretor técnico da Unica.

No acumulado da safra 2019/2020 até 16 de julho de 2019, a produção de açúcar atingiu 10,86 milhões de toneladas, ante 12,17 milhões de toneladas em igual período do último ano. A fabricação acumulada de etanol, por sua vez, alcançou 12,83 bilhões de litros, dos quais 8,87 bilhões de litros de etanol hidratado e 3,96 bilhões de litros de etanol anidro.

“Os números dessa quinzena acentuaram a percepção de uma safra ainda mais alcooleira neste ano. Até o momento, a produção de açúcar já registra queda de 1,32 milhão de toneladas”, comentou o executivo da Unica. Ainda, enquanto a moagem quinzenal diminuiu 9,53% no comparativo com 2018, a produção de açúcar caiu mais de 19%, o que ratifica o entendimento de que a safra será efetivamente mais alcooleira e, portanto, com menor produção de açúcar.

Etanol de milho

No período analisado, foram fabricados 44,12 milhões de litros do biocombustível feito de milho. Desde o início do ciclo 2019/20 até o dia 16 deste mês, a produção somou 338,68 milhões de litros, crescimento de 80,34% sobre o volume apurado para o mesmo período de 2018.

Voltar ao Topo