Petróleo

Qatar Petroleum investirá US $ 20 bilhões em petróleo e gás dos EUA após a saída da OPEP

O CEO da Qatar Petroleum, Saad Sherida al-Kaabi, anunciou que a empresa de petróleo e gás estatal investirá mais de US $ 20 bilhões no setor de petróleo e gás dos EUA.

A decisão foi tomada depois que o Catar revelou planos em 3 de dezembro de deixar a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) no próximo mês, depois de 57 anos, potencialmente libertando o Estado árabe do Golfo de obrigações legais nos EUA.

De acordo com a Reuters , a principal preocupação da al-Kaabi era o seu terminal Golden Pass LNG no Texas, EUA. A adesão do Catar à Opep teria prejudicado suas ambições norte-americanas, já que a NOPEC (Lei de Cartéis de Exportação de Produção de Petróleo) iria responsabilizar os membros da OPEP por processos judiciais antitruste nos EUA.

O presidente Donald Trump foi sincero em suas críticas à Opep, culpando a organização por aumentar o preço do petróleo.

Parte do plano de investimento da al-Kaabi era anunciar novos parceiros estrangeiros para a construção de trens de GNL para seu projeto de expansão de GNL, que deve começar em meados de 2019. A Qatar Petroleum é o maior produtor mundial de GNL.

Mais investimentos no México

A empresa também entrou em um acordo com a gigante italiana Eni para comprar uma participação de 35% em três campos petrolíferos no litoral do México.

Os campos – Amoca, Mizton e Tecoalli – estão localizados na Área 1 da Baía do Campeche. Após a conclusão do negócio, a Eni e a Qatar Petroleum deterão a participação total no contrato de partilha de produção da Área 1.

Al-Kaabi disse: “Temos o prazer de assinar este acordo, com nossa valiosa parceira, a Eni, para participar do desenvolvimento e produção de campos de petróleo no México. Este acordo marca outro marco para a Qatar Petroleum, à medida que fortalece sua presença internacional e expande sua presença no México.

“A Qatar Petroleum tem o prazer de melhorar sua cooperação e parcerias frutíferas com um grande player de energia como a Eni. Também estamos entusiasmados com a participação nesse desenvolvimento na Baía de Campeche, no México, e com a primeira produção de petróleo prevista para meados de 2019, esperamos colaborar com a Eni para aumentar a produção para cerca de 90.000 barris de petróleo por dia até 2021. ”

A aquisição representa a segunda incursão da Qatar Petroleum no mercado mexicano de petróleo e gás. Em janeiro, a empresa ganhou o direito de explorar cinco blocos offshore nas bacias de Campeche e Perdidio, juntamente com a Eni e a Shell, respectivamente.

Voltar ao Topo