Petróleo

Quais são os 15 países membros da OPEP, a organização mundial do petróleo?

A OPEP, Organização dos Países Exportadores de Petróleo, é o grupo mais poderoso no mundo da exploração, produção e embarque de petróleo bruto para outros países. É composto por 15 nações, uma das quais partirá em breve. Sua alavancagem nos preços mundiais do petróleo, antes quase completos, foi recentemente desafiada por países estrangeiros, particularmente os Estados Unidos, que possuem os maiores depósitos de óleo de xisto do mundo.

A OPEP tornou-se conhecida nos Estados Unidos durante o Embargo do Petróleo Árabe de 1973 e 1974. Ao retirar a oferta das nações que acreditava apoiar Israel, os preços do gás subiram.

Vários dos maiores produtores de petróleo do mundo não são membros da OPEP. As maiores delas em termos de reservas de petróleo são o Canadá, a Rússia, os Estados Unidos e a China. A Rússia pode ficar do lado da Opep para cortar a produção global de petróleo, na esperança de aumentar os preços.

A Arábia Saudita é o líder de facto da OPEP. O reino da Arábia ocupa o 19º lugar no mundo em produto interno bruto, com US $ 683 bilhões, segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI). Um dos cinco membros fundadores originais da OPEP, quando foi formado em 1960, tem a segunda maior reserva de petróleo comprovada do mundo, com 266.455 milhões de barris, com base em dados coletados pela US Energy Information Administration.

A República Islâmica do Irã é outro membro fundador da OPEP. Seu PIB é o 27º maior do mundo, com US $ 431 bilhões. Suas reservas comprovadas de petróleo, em 158.400 milhões de barris, classificam-no em quarto lugar no mundo. Atualmente está sob sanções dos Estados Unidos por causa de seu desenvolvimento de programas militares nucleares.

O Iraque é outro dos fundadores da OPEP. Seu PIB está em 54º lugar no mundo, com US $ 197 bilhões. Suas reservas comprovadas de petróleo são de 142.503 milhões de barris, o quinto do mundo.

O quarto dos cinco países que fundaram a OPEP é o Kuwait, com um PIB de US $ 120 bilhões, o que o coloca em 60º lugar no mundo. Suas reservas comprovadas de petróleo são de 101.500 milhões, o que o coloca em sexto lugar

O último dos fundadores originais da OPEP é a Venezuela. O país sul-americano lidera as nações do mundo em reservas comprovadas de petróleo com 300.878 milhões de barris. Sua produção foi reduzida por um governo instável. Seu PIB é de US $ 210 bilhões, ficando em 51º no mundo.

O Qatar foi o primeiro país a ingressar na OPEP depois dos cinco primeiros. Tornou-se membro em 1961 e ocupa o 14º lugar no mundo com reservas de petróleo comprovadas de 25,244 milhões de barris. Ele ocupa o 51º lugar no mundo com base no PIB de US $ 166 bilhões. Recentemente anunciou que deixaria a Opep por causa de disputas com seus vizinhos.

A Líbia, que ocupa o 98º lugar no mundo em termos de PIB, com US $ 31 bilhões, ocupa o nono lugar em reservas provadas de petróleo, com 48 bilhões.

Os Emirados Árabes Unidos aderiram em 1967. Seu PIB está em 30º lugar no mundo, com US $ 377 bilhões. Suas reservas comprovadas de petróleo são 97,8 bilhões de barris, o que o coloca em sétimo.

A Argélia aderiu em 1969. Seu PIB é o 55º do mundo, com US $ 178 bilhões. Suas reservas comprovadas de petróleo são 12.200 milhões de barris, o que o coloca em 16º lugar no mundo.

A Nigéria se juntou em 1971. Seu PIB, de US $ 376 bilhões, é o 31º entre todas as nações. Suas reservas comprovadas de petróleo, com 37.062 milhões de barris, estão em décimo lugar no mundo.

A República do Equador ocupa o 63º lugar no mundo, com base no PIB de US $ 120 bilhões. Está em 18º lugar no mundo, com reservas comprovadas de 8.273 milhões de barris.

O Gabão se juntou em 1975. Seu PIB ocupa o 121º lugar no mundo, com US $ 14 bilhões. Suas reservas comprovadas de petróleo, em 2.000 milhões de barris, classificam-no em 35º lugar no mundo.

Angola aderiu em 2007. Sua posição é a 58ª no mundo, com base no PIB de US $ 124 bilhões, e suas reservas comprovadas de petróleo ocupam o 18º lugar, com 8.273 milhões de barris.

A Guiné Equatorial aderiu em 2017. É a 135ª do mundo, com PIB de US $ 10 bilhões. Provou reservas de petróleo de 1.100 milhões, o que o coloca em 39º lugar.

A República Democrática do Congo é o país mais recente da OPEP, que se uniu no início deste ano. Seu PIB é o 89º do mundo, com US $ 41 bilhões. Suas reservas comprovadas de petróleo estão em 37º lugar no mundo, com 1.600 milhões de barris.(Fonte)

 

 

Voltar ao Topo