Notícias

Resistência dos senadores paralisa projeto para privatização da Eletrobras

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), aguarda os articuladores políticos do governo convencerem os senadores da necessidade de privatização da Eletrobras antes de dar andamento ao projeto. O texto, enviado há um mês e meio pelo Executivo, chegará ao recesso parlamentar de fim de ano sem sequer começar a tramitar.

O projeto foi encaminhado à Câmara em novembro, logo após a aprovação da reforma da Previdência pelo Senado, mas ainda depende de um despacho de Maia definir por quais comissões tramitará. O mais provável é que ele crie uma comissão especial, voltada unicamente a debater o assunto, nos moldes do que ocorreu na legislatura passada.

Voltar ao Topo