Blog

Salário de um plataformista é empolgante? Descubra agora

Um Plataformista (Petróleo) trabalhando na cidade de Macaé-RJ ganha entre R$ 1.106,46 (média do piso salarial 2019 de acordos, convenções coletivas e dissídios) e o teto salarial de R$ 3.176,51, sendo que a média salarial fica em R$ 2.101,94 para uma jornada de trabalho de 37 horas semanais de acordo com pesquisa do Salario.com.br junto a dados oficiais do CAGED no período de 02/2019 até 09/2019 com uma amostragem de 229 salários.

O cargo de Plataformista (Petróleo) trabalhando em Macaé, tem um perfil profissional médio de um trabalhador com 34 anosEnsino Médio completo, do sexo masculino que trabalha 36h por semana em médias empresas que atuam no segmento de Atividades de apoio à extração de petróleo e gás natural.

Continue lendo e confira todos os dados da pesquisa salarial como piso salarial, setores com os melhores salários, salários de acordo com o nível profissional, porte da empresa, escolaridade, faixa etária e muito mais pra você saber exatamente quanto ganha um Plataformista (Petróleo) no mercado de trabalho segundo levantamento do Salario.com.br junto a dados salariais oficiais do CAGED.

O que faz um Plataformista (Petróleo)

Realizam pesquisa sísmica, perfuram poços em terra e mar. Avaliam área perfurada, extraem minerais líquidos e gasosos, realizam o processamento primário de separação de óleo, água e gás. Para a realização das atividades são utilizadas e emitidas informações orais e escritas, em conformidade a normas e procedimentos técnicos, de segurança, meio ambiente e saúde. Podem ministrar treinamentos no local de trabalho.

Condições de trabalho

Trabalham em empresas de prospecção e extração de minerais líquidos e gasosos como petróleo, gás e água. São empregados assalariados e trabalham sob supervisão permanente. As atividades podem ocorrer ambientes a céu aberto, ambientes confinados e em grandes alturas, com exposição a materiais em tóxicos, radiação e altas temperaturas. Em algumas situações estão expostos a peso excessivo, vibrações e esforço repetitivo. A forma de organização do trabalho predominante é em equipe e com supervisão ocasional.

Exigências do mercado de trabalho

O acesso a essas ocupações requer ensino médio, mais curso técnico profissionalizante de nível médio, obtido em escolas profissionalizantes ou por meio de cursos ministrados pelas próprias empresas. Houve um aumento de exigência de qualificação nessa área. O pleno desempenho das atividades requer três a quatro anos de experiência para operador de sonda de percussão, operador de sonda rotativa e sondador de poços de petróleo e gás.

Para plataformista (petróleo), sondador de poços (exceto petróleo e gás) e torrista (petróleo) o pleno desempenho das atividades ocorre entre um e dois anos de experiência. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos, nos termos do artigo 429 da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT.

Principais funções dos trabalhadores da extração de minerais líquidos e gasosos

Trabalhadores no cargo de Plataformista (Petróleo) devem desenvolver ações de segurança, saúde ocupacional e meio ambiente, ministrar treinamento no local de trabalho, avaliar Área perfurada, extrair minerais líquidos e gasosos, realizar pesquisa sísmica, perfurar poços em terra e mar, realizar o processamento primário de separação de Óleo, Água e gás, utilizar meios de informação, demonstrar competências pessoais.

Jornada de trabalho

Relação jornada de trabalho/salário com 229 profissionais admitidos e desligados no periodo de 02/2019 até 09/2019.

Somente profissionais admitidos
Admitidos Jornada Ref. Salário p/ mês Salário p/ hora
76 36 180 R$ 2.564,62 R$ 14,25
12 44 220 R$ 1.548,92 R$ 7,04
Somente profissionais desligados
Desligados Jornada Ref. Salário p/ mês Salário p/ hora
117 36 180 R$ 1.951,53 R$ 10,84
14 44 220 R$ 1.344,21 R$ 6,11
8 33 165 R$ 1.940,00 R$ 11,76
2 40 200 R$ 2.589,00 R$ 12,95

Salários por tipos de contratos de trabalho

Tipos de admissão e demissão – *O tempo de empresa é expresso em meses em casos de demissão
Total Relação Salário Tempo na empresa*
104 Demissão sem Justa Causa R$ 2.011,07 70
83 Admissão por Reemprego R$ 2.495,51 0
24 Pedido de Demissão R$ 1.570,96 9
7 Demissão por Justa Causa R$ 1.761,43 190
4 Demissão por Término de Contrato R$ 1.054,00 2
4 Admissão por Contrato de Trabalho de Prazo Determinado R$ 1.054,00 0
2 Desligamento por Morte R$ 2.223,00 157
1 Admissão por Reintegração R$ 2.155,00 0

Tabela salarial Júnior, Pleno e Sênior por porte da empresa

Um Plataformista (Petróleo) Júnior trabalhando em Macaé-RJ ganha em média R$ 2.094,39, o nível pleno recebe cerca de R$ 1.612,45, já o Sênior tem uma média salarial de R$ 2.250,60 mensais de acordo com dados oficiais do CAGED de profissionais demitidos no mercado de trabalho.

Conheça as diferenças entre os níveis Júnior, Pleno e Sênior.

Metodologia: Salários de 141 profissionais demitidos das empresas de Macaé-RJ no período de 02/2019 até 09/2019.
Porte da Empresa Júnior Pleno Sênior
MEI e Micro empresa 1.678,25
Pequena empresa 2.501,00 2.032,57
Média empresa 2.697,60 1.819,33 2.848,67
Grande empresa 1.371,05 1.364,20 2.036,20

*Os salários de Júnior, Pleno e Sênior no cargo são referentes somente ao histórico do Plataformista (Petróleo) naquela empresa até ser demitido. Esses dados não levam em consideração a vida profissional completa no cargo, por isso o salário de um pleno pode ser maior que um sênior por exemplo. Geralmente quando a amostragem de salários na pesquisa é maior isso tende a se estabilizar estatisticamente.

Piso salarial

piso salarial de Plataformista (Petróleo) em Macaé-RJ é de *R$ 1.106,46 para uma jornada de trabalho de 37 horas por semana.

O valor do piso salarial, bem como o percentual de reajuste do salário é homologado pela convenção coletiva ou dissídio da categoria pelo sindicato dos Trabalhadores da extração de minerais líquidos e gasosos.

*O valor do piso salarial mostrado aqui é a média da base salarial retirada de convenções coletivas registradas no MTE (caso houver), calculada em conjunto com o salário em locais com maior número de contratações para chegar ao valor final.

Na grande maioria dos casos, esse cálculo se aproxima muito do piso salarial dos Trabalhadores da extração de minerais líquidos e gasosos.

Salário base para aprendiz

Não houveram contratações de aprendizes para esse cargo em Macaé-RJ no período da pesquisa de 02/2019 até 09/2019.

Salário para PNE no cargo

De acordo com a pesquisa, no período de 02/2019 até 09/2019 com 1 salários de profissionais no cargo de Plataformista (Petróleo) portador de necessidades especiais, a média salarial em Macaé-RJ é de R$ 2.513,00 para uma jornada de trabalho de 36 horas semanais em média.

O salário médio aqui mostrado não difere o tipo de deficiência do trabalhador, podendo esta ser permanente, até mesmo um trabalhador readaptado que retorna de afastamento do trabalho pelo INSS.

Contratações e demissões pelo mercado de trabalho

Contratações e demissões de Plataformista (Petróleo) pelo mercado de trabalho em Macaé-RJ no período de 02/2019 até 09/2019.

No período de 02/2019 até 09/2019 houveram 88 contratações formais com carteira assinada e 141 demissões em Macaé-RJ, resultando num saldo negativo de -53 empregos formais gerados. ( Fonte )

Voltar ao Topo