Energia

Semar do Piauí concede licença preliminar para complexo fotovoltaico de 540 MW

Semar, secretário estadual de meio ambiente e recursos hídricos do estado brasileiro do Piauí, concedeu uma licença preliminar (LP) para um projeto complexo solar de cerca de 540 MW.

De propriedade da empresa de infraestrutura portuária local, Grupo Interalli, o projeto foi projetado para cobrir uma área de 2.100 hectares (5.189 acres), anunciou a empresa na terça-feira.

Batizada de Complexo Fotovoltaico Marangatu, a usina fotovoltaica (PV) será composta de 18 parques solares localizados no município brasileiro. A construção deve começar no segundo semestre de 2019, mas primeiro a empresa precisará obter a licença de instalação (LI) exigida.

O LP apenas atesta a viabilidade ambiental dos projetos e não dá sinal verde para o início das obras e intervenções em terra.

A geração de energia fotovoltaica está em ascensão no Brasil, com a indústria e o governo estimando um crescimento de 300% para 2019 e investimentos de US $ 100 bilhões (EUR 87,8 bilhões) até 2040, disse a Interalli em um comunicado.

Voltar ao Topo