Petróleo

Shell diz ter avaliado ‘criteriosamente’ as áreas da 6ª Rodada do pré-sal

A Shell divulgou nesta quinta-feira (7) nota sobre a 6ª Rodada de Partilha da Produção Pré-sal, realizada hoje pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Em seu comunicado, a companhia disse ter avaliado “criteriosamente” todos os blocos ofertados na rodada desta quinta. A empresa não fez lances na licitação de hoje.

Em seu comunicado, a companhia se absteve de informar motivo por ter optado não arrematar áreas, no leilão.

“Apesar de optar por não apresentar lances, a companhia segue buscando ativamente novos negócios no Brasil, onde continua concentrada no desenvolvimento das oportunidades e em seu portfólio de alta qualidade”, informou a Shell, em seu comunicado.

A empresa lembra, no informe, que está presente no Brasil em uma área de 10.521 quilômetros quadrados (km²) com 21 blocos exploratórios, quatro campos em desenvolvimento e 11 em produção. “A companhia tem papel ativo no país, com um portfólio diverso, que vai de águas profundas a biocombustíveis e compra e venda de energia”, completou a petroleira de origem anglo-holandesa.

A licitação de hoje ofereceu as áreas de Aram, Bumerangue, Cruzeiro do Sul e Sudoeste de Sagitário, na Bacia de Santos; e Norte de Brava, na Bacia de Campos. Apenas o bloco de Aram foi arrematado, em consórcio formado pela Petrobras e a estatal chilnesa CNODC, por R$ 5,05 bilhões.

Voltar ao Topo