Siderúrgica

Siderúrgica do Brasil “quase em crise”

Um analista em uma conferência do setor no Rio de Janeiro, na terça-feira, dizendo que a indústria siderúrgica do Brasil está “quase no ponto de crise”, devido à forte moeda do país e ao aumento dos custos de matérias-primas.

As siderúrgicas foram atingidas pelo aumento dos preços das matérias-primas, incluindo carvão metalúrgico e minério de ferro, cujos preços atingiram níveis recordes no início deste ano. Algumas siderúrgicas intensificaram suas próprias atividades de produção de minério de ferro no Brasil para se proteger dos altos preços do minério, mas o Brasil carece de recursos suficientes de carvão metalúrgico.
“Houve uma queda acentuada na rentabilidade das siderúrgicas brasileiras”, disse Marcos Assumpcao, diretor de recursos naturais e pesquisa de ações do Itaú BBA. “No início de 2008, os níveis de margem EBITDA estavam acima de 40%: eles estão perto de 10% agora”, disse o analista no congresso da Coaltrans no Rio de Janeiro.
Voltar ao Topo