Energia renovável

Statkraft da Noruega quer expandir as energias renováveis do Brasil

O gerador de energia da Noruega Statkraft AS planeja aumentar drasticamente sua capacidade de produzir energia renovável no Brasil nos próximos quatro a cinco anos, disse à Reuters o chefe da unidade brasileira, Fernando de Lapuerta.

A empresa pretende adquirir alguns projetos brasileiros e também planeja participar das próximas rodadas em que o governo concede licenças para construção de novas usinas, disse o executivo em entrevista na terça-feira.

“A Statkraft tem como alvo uma certa escala e tamanho nos mercados que considera potenciais. O Brasil é um deles porque possui recursos solares e eólicos de classe mundial e é um mercado que está sendo liberalizado ”, afirmou Lapuerta.

“Nosso objetivo é aumentar o tamanho da unidade brasileira, que ainda é pequena. A meta é pelo menos triplicar ou quadruplicar em quatro a cinco anos ”, afirmou.

A empresa norueguesa planeja ter apenas ativos renováveis no portfólio, particularmente parques eólicos e parques solares, mas também pequenas usinas hidrelétricas.

Atualmente, administra 22 ativos de geração de energia no Brasil, com capacidade para produzir 450 megawatts.

Lapuerta se recusou a dar uma estimativa de quanto a empresa poderia investir nos próximos anos para alcançar o crescimento esperado.

Ele disse que uma maneira alternativa de crescer seria trabalhar no mercado de energia não regulamentada no Brasil, onde empresas que são grandes consumidores compram suprimentos de longo prazo com negócios de geradores de energia. Esses contratos poderiam justificar investimentos em novos projetos.

Voltar ao Topo