Mineração

Terminal da Vale tem permissão para retomar operações

 

Após a suspensão das operações do terminal de minério de ferro no estado do Rio de Janeiro pelo tribunal de justiça, a Vale SA pode retomar as suas operações. As atividades no local haviam sido interditadas em 11 de fevereiro pelo município, que alegava inadequação em relação à legislação ambiental. Na ocasião, também foi aplicada multa de R, que $30 milhões.

“Após a decisão liminar, a prefeitura de Mangaratiba desinterditou o porto. A Vale reafirma que possui todas as licenças e autorizações, válidas e vigentes, necessárias à regular operação do referido terminal marítimo”, disse a mineradora em nota.

O Terminal da Ilha da Guaíba (TIG) foi construído em 1973 e recebe cerca de 40 milhões toneladas de minério de ferro por ano, que chegam de trem e são levados de navio ao Porto de Sepetiba, para exportação. Essa era a segunda vez que as atividades no local foram suspensas no ano. A primeira ocorreu após vistoria em 31 de janeiro, mas no mesmo dia o município autorizou a retomada das operações.

Nesta segunda interdição, a prefeitura afirmou em seu site que foram constatadas irregularidades. Também alegou que a mineradora não teria apresentado a certidão de conformidade da licença de operação e que detectou problemas de poluição com risco à saúde humana.

Voltar ao Topo