Biocombustíveis

Usinas brasileiras continuam a pressionar mais para o etanol e evitar o açúcar

No Brasil, a Reuters informa que as usinas de açúcar continuam a rejeitar o açúcar em favor da produção de etanol e estão investindo em mais capacidade de produção de etanol para ajudar a garantir o foco contínuo no combustível enquanto o mundo supre a oferta de açúcar. 

Esse foco no etanol já na safra 2018/19 vai levar a produção de açúcar a uma baixa de 12 anos, com nove milhões de toneladas de açúcar destinadas ao etanol. A RenovaBio está pressionando por mais produção de etanol, com estimativas do governo vendo mais de 47 bilhões de litros de consumo em 2028, comparado a 26,7 bilhões de litros em 2018.

Voltar ao Topo