Biocombustíveis

Usinas vendem etanol diretamente a postos de combustíveis

Grupos representando usinas de açúcar e etanol defenderam a resolução por anos, dizendo que isso beneficiaria os consumidores e aumentaria o lucro para os produtores.

O governo brasileiro aprovou uma resolução na semana passada para permitir que os fabricantes de etanol vendam o combustível diretamente para os postos de combustível, informa a Reuters. A mudança visa impulsionar a concorrência no setor de combustíveis. A resolução, aprovada pelo Conselho de Política Energética (CNPE), ainda exigiria legislação adicional para contornar as distribuidoras de combustíveis.

O Ministério da Economia do Brasil terá agora de emitir regulamentação relacionada com impostos – as usinas podem ter que pagar esse imposto na íntegra para vender diretamente a postos de combustível – dentro de 6 meses para a lei entrar em vigor.

A maior associação de etanol do Brasil, a Unica, argumentou que a nova legistação poderia complicar o lançamento de biocombustíveis, como o RenovaBio, um programa nacional previsto para ser implementado no próximo ano. Segundo a Unica, se as usinas venderem etanol diretamente para os locais, os distribuidores de combustível podem ter dificuldades para aumentar os volumes de etanol.

Grupos favoráveis ​​às vendas diretas, no entanto, argumentam que essa mudança melhoraria consideravelmente as margens de lucro das usinas, uma vez que os preços do açúcar não são tão lucrativos quanto o etanol. 65% da cana processada na última temporada no Brasil foi destinada à produção de etanol.

 

Voltar ao Topo