Empregos

Vale poderá retomar projeto de mineração em cidade do Pará

A Vale informou neste sábado (12) que conseguiu, junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), autorização para continuar as atividades de mineração de níquel do projeto Onça Puma, em Ourilândia do Norte, sudeste do Pará. Segundo a empresa, a decisão foi proferida na sexta-feira (11). O site O Petróleo tentou contato  para confirmar a decisão, mas não foi atendido.

A mineração em Ourilândia do Norte estava suspensa desde o dia 9 de outubro, após a Justiça Federal decidir que o projeto estava contaminando terras indígenas. O caso havia sido denunciado pelo Ministério Público Federal.

Segundo índios Xikrin e Kaiapó a empresa não chegou a suspender as atividades, mas a Vale esclareceu, na época, que cumpriu a suspensão da atividade de mineração, que consiste na extração de minério da natureza, enquanto o processamento do minério era realizado em uma localidade próxima. Segundo a Vale, as atividades são independentes e possuem licenças ambientais distintas.

A Vale disse ainda, em nota, que o STF estipulou prazo de 120 dias para que a empresa implemente planos e medidas compensatórias aos indígenas. De acordo com a empresa, os Planos Básicos Ambientais dos povos Xikrin e Kayapó já estão sendo implementados e a Vale vem tomando todas as ações necessárias para seu completo cumprimento.

Voltar ao Topo